CORPO
Brasil, 2017.
4'02''

Este trabalho representa a alteração do estado físico de um corpo: do sólido (fixo, moldado) até o líquido (fluido, adaptável).
A escolha da argila se dá devido à característica maleável do material de voltar ao seu estado natural. Após adquirir uma forma e aparente estabilidade, esse corpo seco é colocado em contato com a água que começa a agir sobre ele: transforma, desfaz e o leva de volta ao seu estado de origem.
O trabalho questiona o não se reconhecer no mesmo corpo e a busca pelo que é originário e particular, como o próprio corpo.
Desenvolvido durante a Residência W, em Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.
https://www.facebook.com/wresidenciaartistica/

copyright © Nathalia Favaro 2018